Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

engitech@oceanthemes.net

+1 -800-456-478-23

Integrate UX Design

O que é e por que usar o design thinking

A busca por inovação é, hoje, uma obsessão das empresas, que buscam técnicas que acelerem cada vez mais o processo de geração e implementação de ideias. Neste contexto, o Design Thinking surge como uma das principais metodologias em uso no mercado.
Design Thinking é uma ferramenta prática para integrar habilidades e mentalidade inovadora voltada para empresas e salas de aula. Concebida em Stanford, esse método ensina estratégias criativas para que as pessoas solucionem problemas.
O processo de Design Thinking envolve empatia, criatividade e racionalidade visando atender as necessidades do usuário e criar soluções bem sucedidas e de forma inovadora. Tal como no brainstoming, julgamentos são adiados no início do processo, o que reduz o medo do fracasso e incentiva o pensamento criativo.

As 6 etapas do Design Thinking


1) Identificar onde encontrar oportunidades de inovação – Identifique peculiaridades de seu público-alvo e descubra o que ele valoriza, o que quer e como ele olha para o mundo.

2) Descobrir a oportunidade de inovação – Busque clareza e foco para o seu trabalho.  Nesta etapa, você reconhecerá as necessidades e motivações dos usuários finais.


3) Conceber ideias – Ideias devem ser acolhidas e encorajadas, pois são as respostas para os nossos problemas. Pensar criativamente nos ajuda a criar o melhor produto para o usuário.

4) Prototipar – Elabore um protótipo, uma demonstração ou um modelo de teste para validar a ideia e obter feedbacks do público-alvo. Em muitos casos, costuma-se elaborar um MVP (produto mínimo viável), como fazem as startups.

5) Testar – Depois de expor seu protótipo, o próximo passo natural é solicitar feedback dos usuários que interagiram com o seu produto. E aqui voltamos para a fase da empatia. Ouça o que os indivíduos tem a dizer, mesmo que isso o desagrade.

6) Implementar a solução – Após os testes com bons feedbacks, o projeto está pronto para ser lançado. Lembre-se que o processo de desenvolvimento do produto é contínuo e incremental, ou seja, sua ideia irá ser melhorada permanente através um processo de coparticipação dos membros de seu ecossistema.

Seguindo as dicas acima, você estará aprimorando seu espírito inovador, implantando técnicas modernas e eficazes para criar novos produtos e serviços. E aí, vamos colocar a mão na massa?

Saiba mais em O que são startups?

Quer saber mais sobre marketing digital? Inscreva-se abaixo em nossa newsletter e veja mais dicas para turbinar  o seu negócio.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

// entre em contato

Solicite seu orçamento

Iniciar conversa
Posso ajudar?